Casca de limão é óptima para combater as dores de calcanhar (esporão)

Casca de limão é óptima para combater as dores de calcanhar (esporão)
Share Button

Casca de limão é óptima para combater as dores de calcanhar (esporão)

Como já referimos várias vezes, o limão é uma fruta poderosa para a nossa saúde. Apenas o teor de vitamina C desta fruta já é uma boa razão para ter um estoque permanente de limão em casa.

Esta sensacional fruta cítrica também contém antioxidantes conhecidos como flavonoides, que podem desempenhar um papel benéfico na luta contra doenças cardíacas, cancro e inflamações.

Sobre esses flavonoides do limão, encontramos no Journal of Agricultural and Food Chemistry, dos Estados Unidos, a seguinte informação: “As propriedades antioxidantes e anti-inflamatórios de flavonoides cítricos podem desempenhar um papel importante na sua actividade contra várias doenças degenerativas e, particularmente, doenças cerebrais”.

Não há dúvida, o limão é realmente muito poderoso. E agora vai aprender a usar a casca de limão para combater dores musculares e nas articulações. São duas receitas bem simples. Os óleos essenciais voláteis da casca do limão ajudam a dilatar os vasos sanguíneos e produzem um efeito anti-inflamatório.

E é por isso que a casca do limão é extremamente útil para alguns tipos de dor, como de esporão de calcanhar e nas articulações.

Receita 1

Rale a casca de um limão tendo o cuidado de só extrair a camada verde ou amarela (pode ser qualquer limão), e nada da parte branca.

Esfregue a casca diretamente sobre a parte do corpo afetada pela dor e enrole com uma ligadura.
Mantenha no local por até duas horas.

Faça esta aplicação sempre à noite e, no outro dia, lavar bem com água.
Faça antes um teste para ver se ocorre reação alérgica, esfregando um pouco da casca na região do cotovelo.

Receita 2

Coloque a casca de dois limões inteiros (pode ser qualquer variedade) numa jarra e cubra com uma xícara de azeite extra-virgem de oliva.

Feche o frasco e deixe a mistura descansar por duas semanas em local fresco e escuro.
Depois poderá usar o óleo obtido esfregando-o na área afetada e cobrindo com gaze.
Deixe descansar durante a noite (sempre à noite!).

No dia seguinte, lavar bem com água fria.
Faça antes um teste para ver se ocorre reação alérgica, esfregando um pouco do óleo na região do cotovelo.

Fonte: http://www.curanatural.pt

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

one + 12 =